Diário de uma Mãe - 6º Mês do bebê

Ausência virou rotina aqui, eu sei, não me perdoo muito por isso, nem vocês deveriam, mas a verdade é que não tem jeito, a gente perde o jeito. Vocês possivelmente não entenderam a explicação, mas é bem isso mesmo, algo para não entender, apenas para aceitar.

A ficha já caiu, isso é fato, mas e a aceitação, a coordenação, a integração, a adaptação, a duração, a intenção, a doação, a ingestão, a pulsação, como estão?

Nada se sabe, apenas o ser mãe em particular te mostra no seu oculto o que realmente é, você imagina, almeja, deseja e planeja, mas nada está sob seu controle, você apenas se ilude com planos e tabelas, projetos e coisas, mas absolutamente nada sai como imaginava ou ao menos planejou.

Ser mãe é intenso, forte, agressivo, possessivo e instintivo, no final sem na verdade haver fim tudo se encaixa, mas nada de fato é como se imaginava.


AVISO - Tô escrevendo isso depois de duas taças de vinho então se houver momentos em que o texto parecer sem sentido algum ignore.

Completamos então por fim os seis meses, sem tirar nem por, e como foram ao longo dos dias, ahhh sei lá, descubro que vivemos fases, fases após fases, descubro que sou tão fraca e tão forte ao mesmo tempo, descubro que sou imensamente incapaz e incrivelmente capaz, desnecessária e essencial ao mesmo tempo e que tenho uma necessidade imensa de me distrair, mas nunca deixo minha preocupação com um ser minusculo que chamo de filha de lado.

É extremamente estranho, desejar descansar e oxigenar a mente do bebê, mas no momento que tenho para isso só penso no bebê e não vejo a hora de voltar a rotina insana de mais um dia naquela linha de produção que é a troca de fraldas / outras atividades pro bebê.

Interessantíssimo como eu giro em torno do bebê, ele é como o Sol, estamos sempre ao seu dispor, é como um trabalho mau pago rs (mães vão me julgar) mas que você não consegue largar, pois sempre tem um sorriso gracioso em jogo, é injusto, é hipnotizante, é deslumbrante.


Quando penso que cheguei até aqui me orgulho, pois sei bem que não é nada fácil e eu conto com tanta ajuda, privilégios, são tantos que estão ao meu redor me dando apoio, ainda assim nada é suficiente, apenas eu na minha total insuficiência sou suficientemente capaz de controlar toda e qualquer situação.

Quão grandiosa é a palavra MÃE? Não tão grande quanto o ser MÃE eu garanto.

Dedicar-se na integra, doar-se de corpo e alma, abrir mão, suprir a questão, tapar toda e qualquer lacuna, dar e receber um amor tão puro, deixar de ser uma mulher e ser uma MÃE, que ato grandessíssimo.

Perde-se tanto, mas ganha-se um infinito, é uma escolha, mas uma escolha tão perfeita e tão dura na sua perfeição.

Eu sou imensamente grata a Deus por essa dadiva, respeito todas as opiniões e entendo perfeitamente as contradições, uma escolha assim é para a vida toda, ninguém deve faze-la se não tiver absoluta certeza, certeza aqui que não fara diferença nenhuma, afinal certezas é  o que realmente não temos, mas lá no fundo sabemos, vai dar tudo certo.


Cada dia que passa evoluímos um pouco, descubro que sou tão boa mãe e péssima ao mesmo tempo, sou ótima e horrível, sou perfeita e imperfeita, sou capaz e incapaz, mas eu sou uma mãe e o choro com certeza eu sei fazer calar.

Sei acalentar, sei fazer sorrir, sei fazer dormir, sei fazer acordar, sei brincar, sei dar de mamar, sei fazer gritar, sei fazer parar, sei fazer andar, sei fazer papar, sei como distrair só não sei mesmo é parar de me sentir assim, absolutamente feliz, porém constantemente sem dormir, preocupada 24 horas, meu bebê é absolutamente tudo pra mim, eu sinceramente não sei como é não se sentir assim.

Parece impossível estar ligado a alguém dessa forma, não sei se isso muda, estou apenas no sexto mês, mas nossa só de pensar lá na frente já dá aquela dor no coração, a gente é tão essencial no começo, no meio chega a ser indesejada, não sei só me parece assim rs, no final a gente volta a ser necessária e no fim somos absolutamente indispensáveis, sei lá, estou falando de um ciclo, uma vida inteira, o laço entre mães e filhos, tanto podem ser iguais quanto diferentes, mas no fim sempre se sabe, há uma mãe ou houve uma mãe, se é uma mãe.


Nesse mês das mães desejo às Mamães um feliz dia, e digo a todos que tenho muito respeito pelo seu ato, peço desculpas pelos erros dos filhos como filha que sou e me orgulho imensamente de passar para o lado de vocês sem nunca deixar de estar do outro lado, vida dupla essa a minha, de filha a mãe, nunca deixando de ser filha e agora sempre sendo Mãe.

Feliz dia das Mães para todas as Mães desse mundo, somos muito guerreiras em todas as nossas particularidades, guerreiras e vencedoras.

Desejo de Inverno - Casaco de Pelo Fake

Tá, basta fazer friozinho um dia que a gente começa a pensar em possíveis looks de inverno, sim, eu sou dessas.


Eu simplesmente amo pele fake, sempre que chega o inverno a gente vê colete por todo lado e como aqui no nosso Brazil de Deus não tem aquele frio de rachar a gente se contenta com coletes de pelo fake, mas a real é que queríamos jaquetas e casacos pra brincar na neve.




Para minha felicidade encontrei em algumas fast fashion um casaco ou outro de pelo fake, a Riachuelo é uma, ainda não dei um pulo de investigação na Forever 21 mas é certeza que vão ou já colocaram a tendência em jogo.







Ficamos então com essas inspirações lindas e desejo sorte desde já, se você gosta da tendência tanto quanto eu imagina que não será tarefa fácil encontrar a jaqueta ou casaco de pelo fake ideal certo?

Então tá... BjooOOOO

Pochete Cruzada

Falamos dia desses da tal pochete, sim pochete, a bolsa mais antiga que eu me lembro, meu pai usou, meu avô usou e agora eu uso sem medo de ser feliz.

Obviamente você não me viu por aí de pochete, é porque eu sou mãe agora e foto de look é raridade aqui no blog, pode parecer impossível alguém não conseguir fotografar seu próprio look, mas é a mais pura verdade, eu não consigo, na maioria das vezes esqueço e o blog fica no prejuízo. Não, imagina, prejuízo nunca, para isso temos nosso amigo Pinterest.


As pochetes nem sempre foram uma coisa tão ultrapassada, foi tendência forte antes, mais do que agora com certeza, a tendência atual é bem chocante para alguns, nem todo mundo ama ver uma pochete e muito menos usar pochete por aí, mas vale olhar uns looks estilosos e tentar enxergar-se com um acessório tão icônico desses.


É provável que mesmo com as inspirações acima você tenha torcido o nariz, mas pensem na praticidade, mãe de primeira viagem que sou pouco tenho disposição para carregar mais uma bolsa na mão, a minha bolsa por sinal, a bolsa do bebê é bem recheada e eu só tenho que levar a carteira e um batom, então pra que ter mais trabalho, acabo colocando minhas coisas na bolsa do bebê, mas pensando em praticidade e estilo, se minhas coisas tiverem numa linda pochete na cintura ou traspassada no ombro tudo ficária mais fácil.




Não é apenas a praticidade que influi aqui, vamos falar de estilo, inovação, fashionismo e moda em si, a gente vê modinha pra lá e pra cá o tempo todo, coisas que cansam as vistas de tanto que se usa, banalizam a tendência de modo que pego raiva só de olhar algumas peças, mas uma tendência dessas não é para qualquer um, tem que segurar o look, tem que ter confiança e manter a postura.



Acha que consegue? Me conta.

Remember Look - Sainha Jeans

Tá ligada no que eu tô falando?

Pois bem, a sainha jeans tá de volta e a gente tá louca pra por pra jogo, sim, lembra daquele mini ou não tão mini saia que você usou a pouco tempo atrás? 

Ah vai, não faz tanto tempo assim, foi em 2000 e alguma coisa gente, lembrou?

Então, é essa aí mesmo, uma sainha curinga que você tinha no armário, usava de deia e de noite, não importava a ocasião, ela ia com tudo e todos e era sucesso total.


Eu não tinha mais a minha, claro, era da época que eu ainda era magricela e obviamente não me serviria mais, mas é claro que pela tendência estar super em alta consegui uma nova edição da sainha básica jeans lá na Zara, pra variar não tem look meu nesse post pois to meio fraca de look, não que eu não vista, mas gente, as vezes nem da tempo de fotografar o look com bebê, então me perdoem.


Não vai ser por uma falha nossa dessas que não teremos inspirações aqui nesse blog, imagina, o Pinterest serve pra isso e as fashionistas que seguimos diariamente também nos presenteiam com looks maravilindos.


Nesse meu momento de vida atual estou bem longe dos saltos, vez ou outra consigo usar, mas é bem raro, então me contento com um tênis branco básico e o look ainda assim fica um show, vocês não acham.


Sou fã número 1 das t-shirts, mas é claro que para dar um ar mais sofisticado ao look vale investir numa camisa jeans ou não, fica tudo muito atual e cool, como dizem as fashionistas.


Tendência é tendência, a gente não luta contra, apenas se entrega e torce pra dar certo rs, afinal aspirante a fashionista que somos o desejo de lacrar é infindo.

Vai botar sua sainha engavetada pra jogo ou não?

Diário de uma Mãe - 5º Mês do bebê

Bom, não sei bem por onde começar, 5º mês do bebê, tudo parece caminhar bem, a evolução é diária, as descobertas são infinitas, a gente nunca se sente totalmente capaz, mas no fundo é super capaz e podem tirar o chapéu pra mim, sou mãe e meu bebê tem 5 meses completos.


Segue o baile, Aria completou seu 5º mês com festinha Star Wars, todo mundo (a vovó) ficou chocado com a arma na mão da Princesa Leia, mas gente, Leia sem arma não rola kkkk.

Como sempre uma animação só, ela está com a mão na boca praticamente em todas as fotos, o porque você que já é mãe sabe bem, estamos em busca de dentinhos e tudo começa com coceiras sem fim na gengiva, bebê nervoso e mordendo tudo que vem pela frente, as vezes parece querer engolir a mão inteira, mas fiquem tranquila, ela não consegue e a gente não deixa rs.


Papai sempre presente e disposto a ajudar em tudo, menos em restaurantes rs, ele esquece que tenho uma bebê de quase sete kg nos braços que não para mai quieta e também preciso me alimentar, não é na maldade a gente sabe, mas papais, as mamães também precisam comer tá, em festinhas, restaurantes, shoppings, lembrem de oferecer ajuda segurando o bebê um pouco #desabafo.


Nossa goiabinha esbanja saúde, começou a almoçar comidinha de sal ao completar 5 meses e foi super fácil, ela aceitou de primeira, não faz doce, come sem dó a papinha toda.

A médica indicou tais vegetais, proteínas e cereais sendo esses alimentos cozidos com o minimo de tempero e uma pitada de sal, a papinha amassada, pois segundo ela é para estimular a mastigação, mas gente, a Aria engasga facilmente com pedacinhos, fico em pânico, então como coração de mãe não brinca eu decidi dar papinha batida no liquidificados mesmo e ela aceitou bem, vou manter até ela ficar mais fortinha e conseguir engolir melhor os pedacinhos.


Frutas ainda são um caso sério, ela não curte muito, seja batida ou raspada, dar fruta é sempre um desafio, ofereço uma diferente de dois em dois dias, mesmo assim ela come pouco, bem pouco, mas a gente oferece mesmo assim. Sucos por outro lado ela bebe tranquilamente, não faz cara feia.


Consultamos a pediatra mensalmente, não tivemos urgências que necessitassem de uma consulta de emergência, lidamos com as situações muito bem esse mês que passou. Na ultima consulta perguntamos a pediatra sobre um leve estrabismo que sentimos no olhar da nossa bebê, ela pediu que aguardássemos até o 6º mês se isso não mudar ela nos encaminhará ao oftalmologista, não sei se bebês podem ser tratados nem como isso vai ser, nessa faixa de idade é tudo tão sensível né, mas seguiremos as orientações necessárias.


Nossa pequena já se diverte com brinquedos, interage com a gente e com as pessoas a sua volta, parece já ter vontade própria, grita quando está entediada ou cansada com a atividade atual como se estivesse nos pedindo para mudar hauhauhau, engraçado como são tão espertos ainda pequenos.

Uma coisa que não gosto muito, mas que às vezes nos salva é a televisão, eu amo TV, mas não gosto de ver um bebê com a cara vidrada na televisão, mas ela dora os desenhos da Mônica Toy no YouTube e as vezes para acalmar precisamos deixar ela assistir, claro que com moderação, mas é difícil dizer não para um bebê rs.

Quanto a coordenação motora ainda em processo percebo que estamos vivendo com uma bebê bem preguiçosa, ela não estende as mãos ainda para alcançar objetos, apenas espera que lhe encaixe o brinquedo na mão, aí sim ela leva a boca. Acredito que isso seja uma fase, a evolução é tão rápida, ela já quer levantar o tronco embora ainda não se mantenha sentada, mas acho que no 6º mês teremos surpresas ainda maiores.

A evolução dos bebês é sempre diferente, nunca podemos comparar bebês, cada um tem seu desenvolvimento individual e a seu tempo, é bom saber respeitar isso e não se apavorar com bebês dos outros, tudo é no seu tempo.

Acho que é isso, resumi bem meu mês e nos encontramos no próximo diário.

BjooOOO

La Casa de Papel – O cabelo da Tóquio


Imagino que você já assistiu ou pelo menos já ouviu falar na série que é a febre do momento “La Casa de Papel”, disponível na Netflix as temporadas 1 e 2 , sucesso absoluto, realmente uma trama intrigante, se você não viu eu lhe aconselho começar, é bem curtinha e você com certeza vai ficar com gostinho de quero mais.

Não dá muito pra falar de estilo, as estrelas da série passam a maior parte da trama com seus macacões vermelhos, mas o que chamou a atenção mesmo foi o corte de cabelo da personagem Tóquio interpretada pela atriz Úrsula Corberó Delgado.

Fala sério, você também ficou intrigado, a garota faz um papel e tanto, mas esse cabelo é o verdadeiro charme, Chanel bem curtinho, fios desgrenhados e a franja reta acima das sobrancelhas, lembro que a Sabrina Sato cortou uma franja parecida uma vez, mas com os fios mais longos, ficou meio estranho, mas esse corte da Tóquio me deixou inspirada.





Tá certo que um comprimento desse é um salto e tanto para quem cultiva fios longos, mas pra quem já está com cabelo mais curto como o meu é apenas uma piscada mais demorada e pronto, tá feito, agora a franja é o desafio, cortar o cabelo não é mais um dilema pra mim, mas a franja que sempre foi uma das minhas paixões tornou-se uma vilã no meu cabelo.




Demorei uma vida para conseguir acertar os fios e agora que estão todos em comprimento ideal passar a tesoura assim sem mais nem menos. Não sei se é uma boa ideia.

Mas e você, me fala, o que acha desse corte de cabelo, lhe chama atenção?
Com certeza é preciso um jogo de cintura pra manter as aparências com fios curtinhos assim, prender não sei se dá, na série a gente até vê ela com outros penteados, mas tem uma produção e tanto por trás, eu não tô com cabelo tão curto e pouco me viro sozinha, imagina com esse mini cabelo.

Então fico por aqui com essa inspiração e aquela vontadezinha do mal de fazer arte no cabelo.

BjooOOO

Primeira Tattoo


Ahhh bem provável que vocês já devem estar sabendo, isso já é noticia velha, mas eu tenho que registrar aqui.

Fiz a minha primeira tatuagem, a tão esperada, tão planejada, cada ano que se passou era um plano, que imagem, que inspiração, qual seria o local, mas com a chegada da baby Aria tudo parece ter ficado bem claro, a minha tattoo seria uma homenagem ao meu amor maior, então foi pra ela.


Quem tem tatuagem deve estar achando esse assunto chato, marinheira de primeira viagem, tanto na tattoo quanto com o bebê, mas é bem isso, acho importante pensar e repassar os pensamentos antes de decidir, o que, onde e quando marcar seu corpo com uma tatuagem que dura para sempre.

Embora existam métodos modernos e super eficazes para remover tatuagens lembre-se que tudo isso custa grana, tanto para fazer quanto para remover, então antes de tudo tenha certeza.

inspired
Eu sempre me interessei por tatuagem delicada, o meu Pinterest tá cheio de inspirações, então com o nascimento da Aria, aquele sentimento gostoso que bate no peito veio a vontade de fazer o batimento cardíaco com o nome dela, em baixo a data do nascimento, achei fofa.

inspired
O local estratégico, não fica tão escondido, porem também não fica exposto em excesso, também descobri que o pulso é um lugar excelente para tattoo, não senti quase nada de dor, estava morrendo de medo, mas foi bem tranquilo.

Cicatrização mais tranquila ainda está em processo, seguindo as orientações conforme indicado pelo tatuador.
Fiz a minha tattoo no studio Gugo Tattoo com a tatuadora Gabriela, super indico, já foi indicação de uma amiga, então sem erro.

Fica a dica... BjooOOO

 

criado e codificado para o blog Kaly Magricela
cópia proibida © 2015